Teste de Rodapé 1

É Proibido a cópia do conteúdo desse blog sem colocar os devidos créditos. Plágio é crime: Código Penal, lei nº9610/98.

Deep



A partir de vinte e quatro de agosto pensei que tudo iria ser diferente. Música lenta, nós e a escuridão. Não estávamos nos importando por estar deitados no chão. Só faltou um candelabro pra eu morrer de paixão. Foi tudo tão doce, mas com razão. Mas depois disso não houve esforço, não houve diferença. Continuavas sendo assim, tão indiferente pra mim. Me deixavas preocupada, e não custava um aviso. Meu coração martelava a cada segundo, pensando que estivesse em perigo. Vinte e quatro de agosto, pensei que fosse o começo de algo novo. Mas na verdade foi o fim, como se fosse o ponto final. Tudo findado, e meu coração não está acostumado. Boa parte do que aconteceu foi um mal entendido. Mas acabou. E não consigo acreditar. Vou criar forças para desembalar o que ia te dar. Um amor que parecia tão forte e que ninguém poderia destruir, foi destruído por nós mesmos. Cada lágrima ácida e quente que escorre no meu rosto, me deixa no fundo do poço. Profundo foi o nosso amor, profunda é a minha dor. Apenas profun...

Nenhum comentário

Postar um comentário

Escrevo pra quem não merece.

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger