Teste de Rodapé 1

É Proibido a cópia do conteúdo desse blog sem colocar os devidos créditos. Plágio é crime: Código Penal, lei nº9610/98.

O seu amor (Parte II)

(Parte I)
Tumblr_luoiwetzul1qg3enzo1_500_large
Você se preciptou mais do que devia, e não acreditou no que eu te dizia. Desconfiou, do meu verdadeiro amor. E me fez passar por um perdedor.. Mas garota, entenda que eu te amo, e isso não é mais um dos seus enganos.O que eu sinto, é tão verdadeiro, que apesar de tudo, eu te amei primeiro. Hoje, amanhã, de dia ou de madrugada, vou te fazer feliz por ser minha namorada. Não grite, não estrague o momento
Não minta, sobre o seu sentimento
Não me olhe, com arrependimento
Não jure, sem ter conhecimento
Me entregue, o seu coração
E deixe, ele seguro em minha mão
Espere, o que eu vou por la dentro
Volte pra cama e curta esse momento.

Você e eu

<span class=
Não vou escrever mais uma carta de amor, muito menos te tratar com todo fervor. Casei de parecer ser legal, você quer mesmo que eu te mande a real? Sinceramente eu tentei, eu queria ser uma refém. Mas agora tô muito afim de torturar, de fazer você sentir o que eu realmente sou. Que eu não gosto de amor. Odeio coisas superficiais, sei lá, amor e coisas sobrenaturais. Não vou escrever mais uma carta de amor, vou tentar te tratar com menos dor. Você e eu não é nós.
Você e eu, são pronomes a sós. Apostei no mundo, confiei em tudo, queria o melhor para os dois. Mas sempre tudo ficava pra depois. Queria que futuramente fosse só, você e eu. Mas hoje sei que tá mais pra você sem eu, eu sem você.. Tanto faz, eu só quero ver..

Meu eu, não lírico.

A911989c24<<span class=
Morta de fadiga, em bagaço, e contorcida.Tentando me acalmar, sem saber por onde começar.
Lá fora chove intensamente, o frio me agride dolorosamente. Lamentando o que passou, sofrendo pro que vai chegar.Tentando aprender, sem me desgastar.
Arrumando sentido para as coisas, tentando não agir como uma louca.Tentando expressar o que eu sinto, ignorando o meu eu lírico.
Sou eu, é em mim que isso vive. Não é lírico, é real, só porque é mal.
Sofro, mas é normal.

Inofensivo

Nocivo. Era o que você deveria ser, mas depois percebi que só deveria. Perigoso, astuto e com o pudor em seus lábios. O poder te manipulando e fazendo fluir os pecados. Tentador, malicioso. Confiante até demais. Sua astúcia me amedronta e me faz querer mais. Mas nem sequer parei para observar, que só de te olhar parecia me devorar. Mas apenas isso. Seu rosto nocivo, nóxio.. ousado. Era apenas um delírio. Era uma miragem. Era você, mas sem eu. Inofensivo.. isso que você é. Inócuo, puro. Inseguro..Tudo que eu nunca palpitaria. Mas que do mesmo jeito..
Me causa euforia.

Escrevo pra quem não merece.

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger