Teste de Rodapé 1

É Proibido a cópia do conteúdo desse blog sem colocar os devidos créditos. Plágio é crime: Código Penal, lei nº9610/98.

Puro e Pecaminoso

Detesto seu jeito de olhar profundamente, odeio quando você dá uma desculpa, diz que está doente. Por que não diz logo a verdade? Por que não liberta a felicidade? Odeio quando você me prende no pudor de teus lábios venenosos, quando me segura em seus pensamentos maldosos. Quando você diz que me ama, mesmo eu sabendo a verdade. Detesto sua desatenção, sua ocupação, sua maneira de agir, a forma com que tenta se redimir. Odeio todo esse seu charme que as vezes me envolve de uma forma inexplicável, que me deixa muitas vezes presa a um passado que estará sempre presente em meu futuro. Fico estática sempre que sinto o sabor do teu beijo, teu perfume.. É você quem acende em mim todos os sentimentos existentes, desde o mais lindo, puro até o mais pecaminoso. E as vezes, como em um salto você me deixa e se vai, outra vez. E não volta. Me tortura, me enxota. Me faz te aguardar melancolicamente na janela, a espera de você, bela. Perdoe se não fui o que você desejou, se não fui o tão sonhado ou encantador. Não sei, onde estou? Sou apenas uma alma. Não eis de lembrar quem sou, tivestes em meus sonhos e agora estou perdido, por onde vou? Não sei, só queria contigo estar. Minha luz , minha vida , meu chão, meu ar..

4 comentários

Escrevo pra quem não merece.

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger